Pastilha de Freio

Comentários: 0

Para entender o que são as pastilhas de freios, é preciso entender primeiro como o sistema de frenagem à disco funciona: basicamente como o de uma bicicleta – quando o manete é acionado, o cabo faz com que as pastilhas de freio, que estão nas pinças, encostem diretamente na roda da bicicleta, fazendo-a parar.
Bom, o sistema dos automóveis é um pouco mais complexo, mas a maior diferença do freio da bicicleta é que ao invés de as pastilhas agirem direto na roda, elas agem sob um disco que acompanha o movimento desta. Então vamos lá: acionando o pedal, a pressão exercida no fluído de freio, que é conduzido por “dutos”, faz com que as pinças, geralmente localizadas nas rodas dianteiras dos automóveis, sejam pressionadas contra o disco de freio, desacelerando a rotação deste através do atrito com as pastilhas (que são acopladas às pinças).

Como as pastilhas são essenciais para que o carro pare, é preciso um cuidado constante, por isso em todas as revisões é indispensável verificá-las. Existem alguns jeitos de saber se as pastilhas estão no fim:
 
- Demora maior para frear
- Pedal do freio mole
- Barulhos

No caso do barulho, significa que é urgente a troca, pois toda a pastilha já foi gasta e o metal da pinça está raspando no metal do disco. Portanto, além de trocar as pastilhas, provavelmente será preciso também trocar ou retificar os discos de freio, pois se os sulcos forem profundos, isso pode prejudicar o desempenho e eficiência das pastilhas novas.

Enfim, existem algumas dicas para evitar o desgaste excessivo:
- Não freie bruscamente
- Utilize peças indicadas pela montadora
- Mantenha o disco sempre com sua superfície lisa
E lembre-se : Sempre faça a revisão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>