Filtro do ar condicionado

Comentários: 0

Hoje falaremos do Filtro de Ar Condicionado. Você sabia que se a manutenção não for feita corretamente, o acúmulo de poeira, fungos e bactérias nos dutos e no filtro podem causar ou agravar doenças como bronquite e outras alergias?

 

A umidade encontrada no refrigeração do ar condicionado forma um ambiente propício para a criação dessas pequenas pestes que nos prejudicam tanto.

Por isso também, não se deve exagerar no uso do ar condicionado em lugares que não são arejados com freqüência, por exemplo andar com os vidros do carro sempre fechados.

Nesse caso, 5 minutos antes de chegar ao seu destino, desligue o ar e abra as janelas. Isso fará com que os dutos permaneçam secos.

Outro modo de manter o ar limpo com mais freqüência, é a cada 15 dias ligar o ar quente, que fará com que o sistema todo fique seco, afim de dificultar a proliferação de bactérias.

 

De acordo com Francisco Satkunas ( engenheiro e conselheiro da Sociedade de Engenheiros da Mobilidade), os primeiros sinais de que o filtro de pólen deve ser trocado por estar muito sujo são o cheiro de mofo e a dificuldade de ventilação – quando é necessário colocar em velocidades maiores para que ventile um mesmo tanto que velocidade menor normalmente faria.

O correto a ser feito é que a cada vez que o automóvel for para a revisão, o sistema de ar condicionado ser checado e seu filtro trocado, além de higienizado com um spray fungicida, pois o filtro não é 100% eficaz. Isso faz com que ainda hajam resquícios que rapidamente se espalham e tornam a atormentar nossos pulmões.

 

 

 

Além disso, quanto mais o filtro estiver sujo, mais influencia no desempenho do carro: a poeira forma uma camada que entope a circulação de ar para dentro do motor, fazendo com que o motor trabalhe mais e consuma mais combustível, o que não é agradável para o usuário do carro e nem para o meio ambiente. Os gases que são resultado da queima de combustível são prejudiciais ao meio ambiente, consequentemente para nós também, já que precisamos deste para sobreviver e manter a qualidade de vida.

 

 

Portanto, faça a manutenção a cada 6 meses e lembre-se de nossas dicas para você mesmo se manter seguro de fungos, bactérias e ácaros que são responsáveis por muitas doenças respiratórias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>