Água de Radiador

Comentários: 0

A manutenção do radiador não é simplesmente colocar água de qualquer fonte e apesar de ser um procedimento simples, é necessário ter alguns cuidados.
É primeiro preciso entender o que acontece dentro do Sistema de Arrefecimento: todos os veículos produzem calor na região do motor e por isso percebeu-se que era necessário um sistema para reduzir esse calor. Mas depois de alguns anos, descobriu-se que o motor funciona melhor entre as temperaturas de 115°C e 135°C, já que temperaturas mais altas fazem com que as partes metálicas tenham menos atrito e com que o óleo lubrificante flua melhor entre estas partes. Portanto, o Sistema de Arrefecimento tem a missão de manter essa temperatura.

Clique para Aumentar imagem

Mas se o motor funciona em seu ponto ótimo entre essas temperaturas, a água que ebule chegando aos 100°C não aguentaria. A mistura certa para que haja o resfriamento correto é água com aditivo. Mas não é qualquer água!

Qual a água ideal?

É preciso que a água seja completamente pura. Você acha que a água da torneira é 100% pura? Não é não: ela contém flúor, cloro e alguns outros compostos químicos.

E a água mineral? Também contém outras substâncias na composição.
A água correta para usar no radiador é a água deionizada, conhecida também como água de bateria. Esta possui características não corrosivas para materiais ferrosos e alumínio, e mantém a elasticidade dos materiais sintéticos, como borrachas e plásticos
Além da água, existem os aditivos. O aditivo deve comportar substâncias que melhorem o desempenho do líquido no radiador, como por exemplo detergente, que é responsável pela limpeza do dutos.

 

 
Usava água de torneira e agora vai passar a utilizar os líquidos certos? É muito provável que apareçam vazamentos, pois a água impura forma sujeira que tampa os vazamentos. Ao limpar os dutos com os produtos certos, com certeza aparecerão vazamentos.
Também para manter todo o sistema funcionando sem problemas (e os sistemas e peças paralelos), é preciso trocar o líquido de arrefecimento do radiador a cada 30 mil km ou pelo menos 1 vez por ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>